sábado, 30 de outubro de 2010

CHARLES EDWARD


Amigos leitores do CIA DOS BOTECOS, hoje vamos falar um pouquinho do boteco-chique Charles Edward que visitamos no sábado 23/10/2010 (Meu aniversário). Uma espécie de pub londrino e bar nova yorkino, só que melhor, pois o boteco prima pelo charme e sofisticação ao extremo e com muito bom gosto. 



Resolvemos ir para o Charles Edward às 20h do sábado. Tínhamos programado uma outra balada, mas mudamos em cima da hora. Ligamos e conseguimos reservar uma mesa sem stress e com direto a um atendimento nota 10 por telefone. Se chegássemos até 21h30 conseguiríamos um belo desconto. O detalhe é que aniversariante é VIP.



Chegamos às 21h30, pegamos uma filinha e às 21h38 estávamos dando nossos nomes para adentrar ao CHARLES EDWARD. Por causa de 8 minutos (de fila) quase perdemos o nosso desconto, mas explicamos a situação e não houve problema. 



A nossa mesa estava lá, em posição privelegiada, de frente para o palco. Nas mesas ao lado percebíamos que o forte da casa são os Whiskys. Eram raras as mesas que não havia uma garrafa. Para quem não sabe, o CHARLES EDWARD foi quem inventou o sistema de Clube do Whisky, onde o cliente mantém uma mesma garrafa no bar por um determinado valor, e vai consumindo sempre que tiver vontade. Os preços das garrafas? Clique na foto abaixo.



A casa está localizada na Av. Juscelino Kubitschek, 1426 próxima com o cruzamento da Av. Brigadeiro Faria Lima e do badalado Café de La Musique. Também não é muito longe da nova entrada da Villa Daslu (altura do número 2000).



O Show com a Banda Taboo estava marcado para às 23h e estávamos ansiosos para ouvir um pop internacional dos anos 80. Músicas de Madonna, MJ, Cher, etc Enquanto isso ouvíamos um som ambiente a meia luz no maior estilo CHARLES EDWARD. 



Para aqueles que não conhecem a Taboo Band, eles estão no circuito musical de São Paulo há um tempo e já tocaram nas casas mais badaladas de São Paulo como a Dublin, Bourbon, Memphis, entre outros.



Pra começar a farra nós fomos de Stout GUINNESS e de Chopp STELLA ARTOIS. Só por curiosidade em 2008 a bartender Vivian Salmeron da Silvia do Charles Edward foi a grande vencedora do Brasil Master Chopp (Melhor tiradora de Chopp Stella Artois do Brasil) e representou o Brasil na Bélgica ficando em 11º de 29 adversários. 



Depois ficamos no baldinho de Bohemia. Foram 6 Bohemias long neck por R$ 30,00. Excelente preço para o ambiente em que estávamos. Para finalizar o assunto bebidas, nós ganhamos de maneira inesperada um drink no maior estilo. Como falamos anteriormente era meu aniversário. E a equipe, sempre muito competente do Charles Edward nos levou um drink muito gostoso.



Para tira gosto pedimos uma porção de Chicken Edward, saborosíssima, mas simples com molhos gorgonzola e  barbecue que estavam um espetáculo. Nós achamos que o pessoal poderia ter dado uma enfeitada no petisco, até mesmo para ficar no clima do bar.



Já íamos esquecendo de falar do cardápio. Nota 10. Na verdade um belíssimo livro, muito bonito, vermelho, com uma qualidade impecável. Apesar de não haver fotos, o cardápio era diferenciado. Quem for no Charles Edward pode escrever pra gente contando o que achou do cardápio. 



O ambiente escurinho é perfeito para criar um clima, o som imponente e forte faz o pessoal mexer o esqueleto. As bandas que frequentam a casa já são profissionais e fazem o público se empolgar. O cardápio tem um boa variedade e os preços estão dentro dos padrões com exceção dos Whiskys que podem chegar a custar R$ 1.880,00 uma garrafa. O público é variado, mas a garotada não tem vez, ali o forte são as pessoas acima dos 30. Também foi bacana ver a banda me dando os parabéns umas duas vezes.


Localização: Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1426 - Itaim Bibi - São Paulo
Gastos (2 Pessoas): a partir de R$ 100,00
Ambiente: Amantes de Whisky
Faixa Etária: de 30 até 100
Telefone: (11) 3078-5022
http://www.barcharles.com.br 
Horários: de segunda a quarta das 17h30 às 2h30
de quinta e sexta até Às 3h 
de sábado das 19h30 às 3h
Aceita cartões de crédito VISA e MASTERCARD
Nota: 10,0

sábado, 23 de outubro de 2010

FIM DO BOTECO BOHEMIA

O post de hoje é de protesto!!!


Marketeiros da AmBev se expliquem por favor!!! Respeitem os B.O.B. - Bebedores Oficiais de Bohemia ou todo mundo muda pra DEVASSA!


O Boteco Bohemia era (era???) um grande festival no qual o objetivo sempre foi promover a cerveja Bohemia e sua identificação com os saborosos petiscos de botecos. 


No Boteco Bohemia era eleito o melhor petisco de São Paulo, o melhor atendimento e o melhor Ritual de Servir a Bohemia.


Na verdade foi no Boteco Bohemia que tivemos o prazer de conhecer a D. Idalina do clássico Bar do Luiz Fernandes.


Foi no Boteco Bohemia que conhecemos o simpático Valtinho no fantástico Famoso Bar do Justo. 


Foi no Boteco Bohemia que descobrimos o que é um excelente petisco mineiro no excelente Barbirô do Aguinaldo e da Fátima. 


Foi no Boteco Bohemia que o Carlos do Atol nos mostrou o que é um atendimento de primeira. 


Foi no Boteco Bohemia que vimos o Wilson do Pompéia Bar dar uma aula de como servir uma boa Bohemia. 


Foi no Boteco Bohemia que vimos o Josias do Penha-Lapa arrasar na apresentação do Quarteto de Picanha


Foi no Boteco Bohemia que o palmeirense Walker do Botequim Bar e Grill cansou de servir uma Bohemia trincando de gelada. 


Foi no Boteco Bohemia que o Edu Passarelli do Melograno preparou uma harmonização nota 10 pra gente.


Foi no Boteco Bohemia que comemos as famosas coxinhas do Frangó, etc.


Foi no Boteco Bohemia que a gente conheceu a Gina e o José Antônio, tão viciados quanto a gente em Botecos.




Caros leitores, nos desculpem por tanta nostalgia e por não citar todos os bares, pois existem centenas de outros que são tão bons quanto estes citados acima. Mas o Boteco Bohemia acabou. Nós esperamos até o dia 01/10 para ter certeza. E a ficha está caindo aos poucos. 



SOCORRO!!!

A minha dica é para SCHINCHARIOL: Que tal um Boteco DEVASSA? Não né. Acho que isso não soaria muito original, mas que tal algo do gênero?



O pior de tudo é a falta de explicação dos organizadores, a falta de respeito com o consumidor, afinal de contas foram 6 edições e do nada, sem explicação nenhuma para o consumidor final, pararam com tudo. Enviamos diversos e-mails para a Ambev/Bohemia e não tivemos respostas.



Como diria um fã do RESTART: "Uma puta falta de sacanagem".



Conversamos com diversas pessoas e todas estão desoladas, tristes e desmotivadas com tal situação. Conversamos com o Valtinho do Bar do Justo e assim como nós, também está abatido e chateado. Afinal de contas, o Valtinho vinha preparando o petisco Bohemia 2010 desde o fim do Boteco de 2009. Imagina o dono do Veríssimo que teve a grande vitória o ano passado e esse ano não pode tentar um bi-campeonato. 



Muita gente escreve pra gente perguntando se não vai ter Boteco Bohemia e a gente não tem respostas. Muita gente tem ligado nos bares perguntando sobre os ingressos da Festa da Saideira



A Festa da Saideira era sem duvida a melhor festa de São Paulo, uma animação incomparável com grandes artistas e regada a muita, mas muita mesmo, Bohemia e música.



Chegou o fim e com ele se foi um pouco da nossa alegria, do nosso prazer em beber a bela Bohemia. Se foi o Boteco, mas ficaram os amigos e a lembrança. A Vida continua, os botecos estão lá e a cerveja gelada também. 



E a festa da Saideira? Será que não dá tempo de inventar nada até o fim de Outubro? 



E que tal o gerente dessa cervejaria colocar como META para os Supervisores e colaboradores: Aumentar as Vendas de Bohemia em 15% no próximo mês. Quem sabe dessa forma o pessoal do marketing, sempre criativo num elabora um novo festival com novas regras ou resgatem o clássico e finado Boteco Bohemia.
Vamos gente! Vamos por a cabeça pra funcionar.




É assim que estamos nos despedindo do BOTECO BOHEMIA. Tá certo que o ano passado foi pra lá de confuso principalmente com aquele resultado tão duvidoso, mas acabar com o Boteco é o FIM (olha o trocadilho). 
Estamos de LUTO.




O que temos ouvido de maneira extra oficial nos bastidores dos Botecos é que os profissionais que promovem a marca chegaram a conclusão que estão promovendo mais os Bares e Botecos participantes do que propriamente a cerveja BOHEMIA.

Nós discordamos veementemente, pois quando entramos num desses bares ou quando ouvimos falar de algum deles, a primeira coisa que vêm na nossa cabeça é a BOHEMIA.

A Bohemia, pra gente, deixou de ser uma cerveja e passou a ser um estilo de vida. Não sei se a comparação é válida, mas sabe aquele cara que compra uma caneta Mont Blanc, obviamente que ele não vai escrever com ela, pois não está comprando a caneta e sim o status. Com o BOTECO BOHEMIA nós compramos um estilo de vida.


No aguardo por respostas dos Organizadores do Evento

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

NA MATA CAFÉ

Amigos leitores do CIA DOS BOTECOS, nós estivemos no último sábado 16/10 num badalado point do Itaim: NA MATA CAFÉ.


Essa foi a segunda vez que estivemos nessa famosa casa. A primeira foi pra curtir o NA MOITA (balada) e ver a Banda Viva Noite do Pânico, mas dessa vez curtimos o NA MATA (restaurante). Tudo isso faz parte do belo NA MATA CAFÉ.


Essa nossa segunda visita foi impulsionada pelo site de compras PEIXE URBANO. Acho que o leitor já deve conhecê-lo. O preço do Buffet de feijoada é de R$ 39,00, mas o desconto no site era de 59%, fazendo com que a feijoada (individual) saísse por R$ 16,00 por pessoa (é buffet).


Foi numa dessa que compramos 2 feijoadas por R$ 16,00 cada. Mas só chegou um cupom no nosso e-mail. Foi com esse cupom que fomos no NA MATA CAFÉ e passamos vergonha.


Como era de se esperar a garçonete nos pediu dois códigos (que deveria ter sido enviado por e-mail, mas não foi...), insistimos que só havia 1 e ela chamou a atendente que reafirmou que eram 2. Então fomos de 1 feijoada da promoção e 1 de R$ 39,00 (olha o prejuízo).


Tomamos um prejuízo, pois a conta veio R$ 66 + 10% = R$ 77,60
Se tivéssemos levado o 2º cupom R$ 66 - R$ 39,00 = R$ 27 + 10% = 29,70
Portanto gastamos sem necessidade R$ 77,60 - R$ 29,70 = R$ 47,90 + R$ 16,00 (o cupom que o Peixe Urbano não nos enviou, mas pagamos e acho que nem vamos usar mais) = R$ 63,00. É MOLE?


Tudo bem, já fizemos outra aquisição no PEIXE URBANO, Cervejaria DEVASSA e Casa do Espeto. Agora sem erros. É o que nós esperamos.


Mas voltando a falar do NA MATA CAFÉ, o atendimento foi fino na entrada, mas sabe quando você percebe que já são 15h e os garçons não vêem a hora de ir pra casa, sentimos um pouco o clima do local.


O Chopp Stella Artois é excelente e merece destaque apesar do preço. Uma pena servirem em tulipa e não no copo oficial da Stella Artois, como nos foi servido na primeira vez em que estivemos no NA MATA CAFÉ.


O Cardápio do almoço é uma mera folha frente/verso e plastificada. O cardápio obviamente não condiz com o clima e o ambiente do todo poderoso NA MATA CAFÉ.


Bom, vamos falar de coisas boas: ganhamos 8 mini pastéis, sendo 4 de carne e 4 de queijos que estavam saborosos. Junto com os pastéis veio uma propaganda da atração principal da noite.


A Feijoada tem seus pontos fortes e fracos. Pontos Fracos: Não tem torresmo e tem carnes que estão bem secas. Pontos Fortes: A costelinha estava derretendo e a salada é muito farta e diversificada.


Resumindo se você quer conhecer o NA MATA CAFÉ prefira o ambiente noturno, com certeza é diversão garantida. Com relação a feijoada, há centenas de outros lugares melhores.


Localização: Rua da Mata, 70 - Itaim Bibi - São Paulo
Gastos (2 Pessoas): de R$ 80,00 até R$ 150,00
Ambiente: Restaurante e Balada
Faixa Etária: de 27 até 45
Telefone: (11) 3079-0300
Horários: de segunda a sexta das 12h até 16h e Happy Hour a partir das 19h30
de sábado das 19h30 até o último cliente e de domingo das 12h até 16h30
Aceita cartões de crédito VISA e MASTERCARD
Nota: 7,0

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Verdelone
    Beer